Flavia Aranha

Blog

A cor da Acácia Negra

Na semana passada aqui no blog ensinamos como fazer o primeiro passo do nosso processo de tingimento: o detergente natural para a purga. Hoje vamos contar um pouco mais sobre a Acácia Negra. O tom rosado proveniente do tingimento natural feito com ela é uma das cores presente em nossas coleções.

No tingimento natural com Acácia extrai-se da casca da árvore o pigmento em pó que então é misturado em água e consegue-se a tonalidade de cor. Esse mesmo pigmento é usado para fixação em algumas fibras – a casca de Acácia é uma das fontes vegetais de tanino mais populares no mundo. 

A Acácia é uma leguminosa nativa da Austrália que foi levada para a África do Sul e então, por volta dos anos de 1910, foi disseminada e trazida para o Brasil. Descobriu-se que ela se desenvolve bem nos países que são cruzados pelo Paralelo 30 – como a Austrália e África do Sul, mas também Chile, Argentina e nas regiões sul do Brasil. Por este motivo as principais plantações da planta estão localizadas no Rio Grande do Sul.                                                                              

A produção dela é uma das maiores plantações florestais comercias do Brasil e ela possui características bem sustentáveis. É uma árvore de ciclo curto (seu corte pode variar de 5 a 10 anos) e ela ajuda na recuperação de áreas degradadas, com a restauração e fixação de nitrogênio no solo.   

Seu uso vai muito além do tingimento natural: a planta também é muito utilizada para curtir couro e é usada para o tratamento de água. Inclusive, seu polímero é usado para ajudar no processo de limpeza da água que foi contaminada pela lama da barreira rompida em Mariana, na tragédia que aconteceu em novembro de 2015 – o uso da Acácia acelera a decantação da lama e resíduos tóxicos da água.  

Acreditamos ser muito importante nos aprofundarmos sobre as nossas matérias primas e entender seus usos para além do nosso. Entendendo suas histórias e tradições conseguimos agregar ao nosso trabalho uma bagagem muito maior. Comente abaixo o que achou do nosso post de hoje e caso você conheça mais histórias acerca da acácia deixe o seu comentário! Até a semana que vem <3 

Flavia Aranha