Flavia Aranha

Blog

As plantas do tingimento

Dizer que as roupas são nossa segunda pele não é nenhuma novidade, mas podemos ver isso de maneira mais profunda, levar a sério mesmo.   Dentre os inúmeros enfoques possíveis há um que para nós é especial, encantador: a relação entre as plantas utilizadas no tingimento, as fibras que compõe o tecido e nossa pele.

A pele, nosso maior órgão feito capa protetora, é também permeável e absorve as substâncias quando em contato direto. Assim, os corantes estão em constante interação com nosso corpo, estimulando determinadas funções e até mesmo auxiliando na cura física.

- Algumas das plantas utilizadas em nossa coleção:

CATUABA- A catuaba deu tons rosados às nossas peças. Planta nativa brasileira, cresce principalmente nos estados do Amazonas, Para, Pernambuco, Bahia, Maranhão e Alagoas. Suas propriedades medicinais se devem ao fato de ser um estimulante para o sistema nervoso central. Assim, ajuda na insônia, impotência sexual e dores relacionadas ao sistema nervoso central.

ERVA MATE - O famoso chimarrão do sul do país coloriu de verde nossos linhos e algodões. Cultivada na América do Sul, especialmente no Brasil e Paraguai, a planta é estimulante, possui cafeína, teofilina, teobromina, ácidos fólicos, taninos, minerais e vitaminas A, B1, B2, C e E, e por isso atua como anti-oxidante, diurético, laxante suave e estimulante.

ROMA – Outro tom esverdeado da nossa coleção provém da casca dos frutos de uma planta conhecida por sua beleza, símbolo de bom agouro. É muito comum que as casas tenham uma romãzeira no quintal ou jardim, pois acredita-se que ela traga sorte e fortuna para a família. O fruto é rico vitaminas A e E, potássio, ácido fólico e polifenóis, entre os quais se destacam as punicalaginas, principais responsáveis pelas propriedades antioxidantes, intervenientes na redução de processos inflamatórios, responsáveis pelo envelhecimento celular.

Nos aproximando do conhecimento tradicional, o qual utiliza as plantas como auxiliar em tratamentos, sentimos na íntima relação entre pele e roupa o toque sutil que nos instiga a seguir por esse caminho de troca e sinergia com a natureza. 

Flavia Aranha